quarta-feira, 10 de abril de 2013

Quarto 237

"Room 237", de Rodney Ascher (2012). Divertido documentario que tenta analisar supostas teorias de conspiracao, mensagens subliminares e afins que estariam escondidas na obra-prima "O iluminado", de Stanley Kubrick. O filme apresenta uns 5 mega-aficcionados pelo filme, fas convictos, que passaram anos estudando frame a frame o filme. Cada um deles tece uma teoria sobre o filme, a maioria absurdamente hilariante. Tem a teoria que acha que o filme fala sobre Genocidio dos indios americanos..outro fala que o filme faz uma visao sobre o Holocausto e o extermino de judeus..inclusive, numa fusao entre cenas, o teorico acredita que o bigode de Hitler e'visto na testa de Jack (Jack Nicholson). Tem tambem uma teoria de que as imagens do Homem na lua sao falsas, e que foram filmadas por Kubrick. Dai, Kubrick usou "O iluminado"para fazer sua confissao. Em uma cena, Danny usa um casaco com o desenho da nave Apollo 11 sendo projetado, o que seria um indicio disso. Existe tambem uma teoria de que Kubrick se reuniu com publcitarios, e colocou em seu filme varias mensagens subliminares, escondidas atraves de elementos de direcao de arte, como posteres, etc. Em uma cea, o teorico acredita estar vendo um "penis ereto" !!!! O abusrdo e' tanto, que o cineasta exibe uma projecao de "O iluminado" de tras pra frente, e funde a versao original. Desse resultado de projecoes, ele consegue observar varias mensagens subliminares, sugerindo que muita coisa ali foi colocada por Kubrick para dar um sentido simbolico. No entanto, o que mais gosto do filme, alem de rever imagens do filme, e algumas outras de bastidores ( incluindo uma hilaria, de Jack Nishoson surtado, enquanto aguarda o acao de Kubrick, e um integrante da equipe fugindo do machado de Nicholson), e'perceber que o filme e't ao cultuado, que provoca essa discussao criativa , fazendo a festa de cinefilos. E'um filme que com ceretza suscitara disuccoes acaloradas ao final da projecao. Por isso, junte um grupo de amigos fas do filme e va assistir. Nota: 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário