quarta-feira, 18 de julho de 2012

Á beira do caminho

de Breno Silveira, (2012)
"Á beira do caminho", de Breno Silveira. 2 palavras resumem o filme : Perdão e perda. Dentro desse conceito, Breno Silveira constrói um filme voltado 100% para a emocão, para tocar no espectador fragilizado por dramas humanos de encontros e desencontros. Emoldurado pelas cancões de Roberto Carlos, que inclusive narram a história emocionalmente falando, o filme encontra na interpretacão do elenco principal uma forca que impregna a tela de humanidade: João Miguel, Vinicius Nascimento e Dira Paes. Muito difícil não comparar o filme a "Central do Brasil". O tema da busca pelo pai que abandonou a crianca, o road movie, a relacão de 2 pessoas estranhas, um adulto e uma crianca que transforma os dois. A convivência como rito de passagem e descoberta. A fotografia e cämera de Lula Buarque são belas, um lugar comum para os filmes de Breno Silveira, que adora um por do sol. O filme suscitou polëmicas ao final da sessão. Houve quem o achasse maniqueísta, manipulador, óbvio. Eu me achei nesse road movie e admirei cada fotograma e melodia. Amo melodrama, e Breno Silveira não esconde que a sua intencão era pegar o espectador pela alma e coracão. Nota: 8

Nenhum comentário:

Postar um comentário