sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Tudo pelo poder


" The ides of march", de George Clloney (2011)

Durante a prévia para a eleição presidencial no estado do Ohio, o candidato Mike Morris (George Clloney) conta com a ajuda de seu staff para poder vencer. No seu staff, o cabeça é Paul Zara (Philip Seymour Hofmann), seu braço direito, que organiza toda a campanha. Para auxiliá-lo, Stephen Meyers (Ryan Gosling) , um jovem e brilhante talento, que dá de tudo para agitar a campanha e fazer de Mike o vencedor. Porém, o candidato concorrente tem como braço direito Tom Duffy (Paul Giamatti), que, percebendo a possível derrota do seu cliente, tenta seduzir Stephen para pedir demissão e se juntar a ele. Uma jornalista oportunista, Ida (Marisa Tomei) descobre esse encontroe tenta suborná-lo. Stephen em princípio fica tentado, mas depois desiste. Porém,essa sua atitude irá levá-lo a um jogo sujo de poder, onde traição, mentira e corrupção andam juntas.
Excelente drama político, com um roteiro sensacional e tenso, inteligente e cheio de reviravoltas, que permite excelente performances de todo o sue elenco. Aliás, o elenco é um item à parte: George Clooney, RRyan Gosling, Marisa Tomei, Jeffrey Wright, Paul Giamatti e Philip Seymour Hoffman, em atuações antológicas. Um elenco dos sonhos.
A fotografia também é um deslumbre, acenntuando a melancolia e tensão dos palcos de uma candidatura. O ritmo do filme é dinâmico, não deixando espaço para barrigas.
George Clooney faz aquui o seu melhor filme, e alça a maturidade profissional. Imperdível.

Nota: 9

Nenhum comentário:

Postar um comentário